Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted on 02/06/16 in Palavra do Presidente, Representatividade

Ruy Nazarian discorre sobre comércio informal no país

Durante os últimos meses, reforçamos por diversas vezes ao Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o nosso posicionamento oficial quanto ao problema da já fora de controle proliferação do comércio informal pelas ruas da capital.

Embasados por inúmeras pesquisas do setor do comércio, evidenciamos não somente a nossa preocupação em relação ao seríssimo problema, mas lhe estendemos a difícil situação em que se encontram milhares de lojistas afetados pela concorrência mais do que desleal provocada por ambulantes informais que se estabelecem diante de suas portas.

Por décadas e décadas, o Sindilojas-SP chama a atenção das autoridades responsáveis para esse grave impasse social. São diversos os inconvenientes da precária atividade dos vendedores ambulantes, dispersos desatinadamente pelas ruas e centros comerciais de toda a nossa metrópole.

Buscamos sempre sensibilizar as autoridades quanto à importância que o nosso varejo (paulistano) detém para o desenvolvimento econômico de todo o país. Sim, de todo o país. Afinal de contas, São Paulo continua sendo – mesmo sob crise – um dos principais polos pan-americanos de negócios e investimentos. E o seu setor do varejo tem grande participação nisso tudo.

Em nossos relatórios mais recentes à Prefeitura, apresentamos todas as denúncias feitas por comerciantes de diversas regiões da capital que recorreram ao Sindilojas-SP a fim de alguma providência sobre o problema do comércio ambulante ilegal em seus respectivos pontos de atividade varejista. Lojistas de bairros como Jabaquara, Santo Amaro, Lapa, Brás, Luz e Santana, dentre outros, há tempos têm se manifestado em relação ao problema.

E mais do que simplesmente repassar tais denúncias à Prefeitura, também lhe enfatizamos a importância que damos às campanhas por ela coordenadas para a fiscalização da informalidade comercial na cidade. Tal como foi feito pela gestão anterior de Gilberto Kassab quando foi estabelecida uma parceria com o governo estadual pela qual agentes da GCM e da PM trabalhassem juntos no patrulhamento das ruas da capital – esperamos que a atual administração também encontre alternativas eficazes para coibir e, quem sabe, até mesmo anular a prática ambulante em São Paulo.

Ruy Pedro de Moraes Nazarian
Presidente do Sindilojas-SP