Gestão

Economize na energia aderindo à Tarifa Branca

13 de fevereiro de 2020

Descontos podem chegar a 22%

Se o maior consumo de energia elétrica no seu comércio ou empresa se dá fora do horário de pico, provavelmente você é um bom candidato a utilizar a Tarifa Branca e economizar.

De acordo com a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), a Tarifa Branca reflete o uso da rede de distribuição de energia elétrica de acordo com o horário de consumo. Assim, quando o consumidor centraliza seu consumo no período fora de ponta, pode reduzir seus gastos com energia elétrica e, ao mesmo tempo, melhorar o fator de utilização das redes – o que reduz ou posterga investimentos.

Se o consumidor adotar hábitos que priorizem o uso da energia fora do período de ponta, diminuindo fortemente o consumo neste horário e no intermediário, a opção pela Tarifa Branca oferece a oportunidade de reduzir o valor pago pela energia consumida.

Mas atenção para essa outra dica da ANEEL: a Tarifa Branca não é recomendada se o consumo for maior nos períodos de ponta e intermediário e não houver possibilidade de transferência do uso dessa energia elétrica para o período fora de ponta. Nesses casos, a Tarifa Branca pode resultar em uma conta maior: nessa situação, é mais vantajoso continuar na Tarifa Convencional.

É importante que o consumidor, antes de optar pela Tarifa Branca, conheça seu perfil de consumo e a relação entre a Tarifa Branca e a Convencional. Quanto mais o consumidor deslocar seu consumo para o período fora de ponta e quanto maior for a diferença entre essas duas tarifas, maiores serão os benefícios da Tarifa Branca.

Antes de optar pela Tarifa Branca, é preciso que o consumidor faça uma análise sobre o seu perfil de consumo e os hábitos de utilização da energia elétrica ao longo do dia, comparando-os com os períodos de ponta e intermediário definidos para a distribuidora que o atende. A própria ANEEL disponibiliza em seu site a possibilidade de realizar a SIMULAÇÃO DE CONSUMO.

Baixa tensão

A Tarifa Branca é a melhor opção para consumidores atendidos em baixa tensão que tenham ou que possam ter grande parte de seu consumo concentrado nos períodos fora de ponta, lembrando que, em finais de semana e feriados nacionais oficiais, todas as horas do dia são consideradas fora de ponta.

Confira esses exemplos abaixo, com dois diferentes  perfis de consumo de energia e os impactos sobre o valor faturado em cada modalidade.

Comercial – Exemplo 1

Há vários tipos de consumidores comerciais atendidos em baixa tensão: lojas, mercados, farmácias, padarias, entre outros. Cada unidade consumidora apresenta um perfil de consumo. A vantagem de aderir à Tarifa Branca dependerá não só do perfil de cada consumidor, mas também da capacidade de alterá-lo frente ao seu tipo de comércio e da análise do custo/benefício decorrente dessa alteração.

No exemplo, a unidade comercial funciona nos dias úteis das 8h às 20h. No sábado, o consumo de energia ocorre no mesmo período, porém em menor quantidade. E o estabelecimento não abre aos domingos. Embora nos dias úteis o consumo na ponta seja baixo e nos finais de semana haja menor consumo de energia, para este consumidor, a adesão à Tarifa Branca não resultará em vantagem significativa, pois as contas nas duas modalidades são quase iguais.

 Comercial – Exemplo 2

O consumidor comercial funciona 24 horas por dia, durante todos os dias da semana, com pequenas alterações no consumo de energia ao longo das horas. Para este perfil de consumo, a Tarifa Branca é vantajosa e gera economia mensal de R$ 22,31.

 

Faça sua simulação no site da ANEEL e veja se vale a pena aderir à Tarifa Branca. Pequenas economias geram grandes resultados e o Sindilojas-SP está sempre atento ao que pode trazer segurança e economia aos seus representados.

Fonte: ANEEL

Dúvidas? Fale conosco: 11 2858 8400 | faleconosco@sindilojas-sp.org.br

×

Olá!

Clique em nosso representante abaixo para conversar pelo WhatsApp ou envie um email para informatica@sindilojas-sp.org.br

× Como posso te ajudar?