Representatividade

Sindilojas-SP pede extensão da Operação Comércio Legal

14 de maio de 2019

Lutando contra toda a forma de ilegalidade, o Sindicato dos Lojistas do Comércio de São Paulo (Sindilojas-SP) solicitou à prefeitura do município de São Paulo a extensão da Operação Comércio Legal ao comércio informal, ambulantes e marreteiros localizados em vias públicas.

Para a entidade, “esse trabalho deve ser estendido para as ruas, pois o comércio informal prejudica as lojas legalmente instaladas em vias públicas, e esse tipo de comércio, em muitos casos, proporciona a venda de produtos de origem e procedência duvidosa, com sérios prejuízos ao consumidor” justifica Ruy Pedro de Moraes Nazarian, presidente do Sindilojas-SP.

Sobre a Operação Comércio Legal

Implementada no dia 26 de novembro de 2018, com uma ação na região do Brás, a Operação Comércio Legal tem o objetivo de combater a pirataria e melhorar a mobilidade em locais de grande concentração de comerciantes ambulantes.

Em pouco mais de um mês de atuação na região do Brás, a área abrangida passou de 22 mil para 96 mil metros quadrados fiscalizados.

Desde 2018, já foram realizadas ações de combate à pirataria de tênis, camisetas, relógios, óculos, brinquedos, entre outros itens, que resultaram na apreensão total de cerca de mil toneladas de material pirata ou sem nota fiscal. Só na última ação, no mês de abril, na região do Brás, foram apreendidas 200 toneladas de brinquedos.

 

Atividade Conjunta

O Sindilojas-SP atua junto ao Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e Movimento em Defesa do Comércio Legal Brasileiro, cujos objetivos e compromissos são pela luta contra toda forma de ilegalidade.

 

ACOMPANHE AS AÇÕES DE REPRESENTATIVIDADE DO SINDILOJAS-SP

×

Olá!

Clique em nosso representante abaixo para conversar pelo WhatsApp ou envie um email para faleconosco@sindilojas-sp.org.br

× Como posso te ajudar?