Representatividade

Transferência da Cracolândia não ocorrerá

3 de dezembro de 2018

Sindilojas-SP se manifestou contra a mudança de local de concentração dos usuários de drogas para travessa da Avenida Cruzeiro do Sul

*Foto divulgação

De acordo com matéria publicada pelo Diário da Zona Norte, o “Caso Cracolândia na Zona Norte acabou. Resolvemos não mudar mais”, foi o que anunciou o Secretário Municipal de Relações Sociais, Milton Flávio Lautenschläger, diante de 10 pessoas da  Comissão de Representantes da Ponte Pequena-Armênia / Zona Norte. Muito calmo, ele explicou que o prefeito Bruno Covas estava preocupado com o assunto, está mudando o perfil de seu governo, e quer o apoio mais direto dos moradores. “Afinal, temos que reconhecer que os moradores são os maiores interessados e sabem o que acontece na região”, complementou o Secretário, demonstrando mais uma vitória da cidadania.  Em compensação, a região ganhará benefícios com novos equipamentos e até a promessa de nova iluminação na Av. Estado / Av. Cruzeiro do Sul — com a inauguração do Circuito de Compras da Feira da Madrugada.

O Sindilojas-SP havia se manifestado contra essa transferência e encaminhou ofício ao prefeito Bruno Covas se posicionando. O sindicato acredita que o deslocamento de tendas, para transferir o fluxo de usuários de drogas, do centro da cidade para a Zona Norte da Capital, não resolveria o problema social dos dependentes químicos. Em nota, a entidade ressaltou que a região do metrô e terminal de Santana já vem enfrentando problemas com os moradores de rua, muitos inclusive, já consumidores de drogas, o que tem preocupado a população e comerciantes da região.

“É necessário resolver essas questões de forma humanitária e, principalmente, no tratamento efetivo e no combate ao tráfico de drogas”, afirmou Ruy Pedro de Moraes Nazarian, presidente do Sindilojas-SP. Na ocasião, a entidade disse ainda acreditar que deveria haver um diálogo entre a municipalidade com uma Comissão de Representantes de moradores da região da Ponte Pequena/Armênia, comerciantes, Shoppings D e Center Norte, faculdades e rodoviária, para saber quais serão os impactos que essa medida acarretará às pessoas acima envolvidas.

A notícia do cancelamento da transferência foi recebida com muito entusiasmo no sindicato patronal. “Essa é mais uma vitória dos comerciantes, da cidadania e do Sindilojas-SP”, celebrou Nazarian.

Sobre o Sindilojas-SP

O Sindilojas-SP é uma entidade empresarial representante de 30 mil empresas do comércio lojista e 100 mil empresários da cidade de São Paulo, estabelecidos em Shopping Centers e lojas de rua.

×

Olá!

Clique em nosso representante abaixo para conversar pelo WhatsApp ou envie um email para faleconosco@sindilojas-sp.org.br

× Como posso te ajudar?