Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted on 02/06/17 in Consultoria jurídica e contábil

Minha empresa cresceu! E agora?

 

Essa dúvida acima é o sonho de muitos lojistas. Afinal, quem não quer que seu comércio expanda e prospere? Mas, junto com o crescimento, nascem muitas dúvidas também e uma delas é em relação ao Simples Nacional.

Será que uma empresa que está enquadrada no Simples Nacional pode abrir uma filial?

A resposta é SIM. Quem é optante pelo Simples Nacional pode, sim, abrir uma filial, uma vez que a Lei Complementar nº 123/2006, que institui o regime tributário, não traz nenhum veto quanto a essa questão.

No entanto, algumas regras devem ser seguidas:

– O limite do regime Simples Nacional não permite que as receitas da matriz e filial sejam segregadas;

– A atividade da filial não poderá ser alterada para aquelas que são impeditivas do Simples Nacional.

 

De olho no faturamento

No regime tributário do Simples Nacional, o faturamento da sua empresa não pode ultrapassar R$ 3,6 milhões por ano em 2017 e R$ 4,8 milhões por ano a partir de 2018. Ou seja, esse é o seu limite para expansão.

Caso seu crescimento ultrapasse o limite, um dos caminhos é a criação do CNPJ individual (o que pode não ser a melhor escolha) ou optar por outro regime mais adequado à sua demanda, pois nem sempre ser optante do Simples poderá ser a opção mais acertada.

E a dica final é:  antes de mais nada, faça um Planejamento Tributário para que você possa tomar novas decisões com maior segurança.

 

Dúvidas? Fale conosco: 11 2858 8400 | faleconosco@sindilojas-sp.org.br

Serviço EXCLUSIVO para lojas e contabilidades vinculadas ao Sindilojas-SP