Gestão

Quanto devo comprar de produtos para a minha loja?

7 de Maio de 2019

Por Douglas Almeida, consultor e palestrante

Um dos principais erros dos varejistas, independentemente de seu porte, é não saber ao certo o quanto deve comprar de produtos para abastecer sua loja. O mau dimensionamento da demanda incorrerá certamente em falta de alguns produtos nas gôndolas ou estoque excedente, e isso impacta no caixa da empresa e abrirá uma brecha aos seus concorrentes.

No exemplo da falta de mercadorias na gôndola, este empresário estará abrindo uma oportunidade de seus concorrentes atenderem o seu cliente, e caso a experiência de compra seja boa, ele pode não voltar à sua loja. Este erro estratégico é conhecido como RUPTURA. É quando ocorre a falta de produtos para atender meus clientes. Neste caso, pode gerar frustrações no seu consumidor, uma por não ter o produto e este ter que procurar em outro local, e outra pela “aparência” de ter uma baixa amplitude de estoque.

No exemplo de sobra de estoque, este erro na gestão acarretará num impacto financeiro, que pode ter consequências muito profundas no giro desta, principalmente se este varejo for de pequeno porte. Foi transformado dinheiro disponível para empresa em estoque, que sem giro, ele fica “encalhado”. Este produto encalhado ocupará um espaço físico em sua loja que poderia estar sendo ocupado por outro com maior giro. Além disso, pode também retirar um recurso financeiro da empresa que ficará com dificuldades de comprar outros produtos com maior giro, criando um círculo vicioso e muito ruim para sua empresa.

A gestão de estoque é muito importante para evitar esses erros, que podem gerar consequências irreversíveis a sua empresa. Além desses dois exemplos citados acima, há muitos outros motivos para realizar uma gestão de estoque muito eficiente.

Para entender melhor como realizar essa gestão participe do curso Gestão de Compras & Estoque de 14 a 17 de maio no Sindilojas-SP. Inscreva-se AQUI.